Blog

13
abr

Quando deve-se utilizar o crédito rural

Com a crise econômica que se instala em todo o Brasil desde o final de 2014, o mercado agrícola – que é um dos mais rentáveis do país – também sofreu com a queda nos investimentos e, consequentemente, com o aumento do Dólar. A situação financeira dificulta não somente a aquisição de insumos e equipamentos para o produtor rural, como pode afastar clientes e possíveis investidores devido aos altos valores exigidos para manter esse mercado funcionando.

Uma das soluções para driblar a crise, evitando reduzir a capacidade do seu negócio ou prejudicar a produtividade e qualidade da sua plantação, é contar com o suporte do crédito rural. Você sabe como funciona esse incentivo e quando pode utilizá-lo? Confira nosso artigo sobre o assunto!

O que é o crédito rural?

O crédito rural é o nome dado ao suporte financeiro, realizado à base de empréstimos e financiamentos facilitados, oferecido ao produtor rural, concedido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e pelos Fundos Constitucionais de Financiamento de cada região do país (Norte, Sul, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste). Eles contam com condições especiais de pagamento do crédito, lidando com uma taxa menor de juros do que a praticada pelo mercado brasileiro. Essa baixa taxa serve como um incentivo para permitir que a produção agrícola no país esteja sempre em alta, visto que é tida como uma das atividades mais importantes da economia brasileira.

Os créditos são oferecidos para o produtor rural através da apresentação de informações relevantes sobre sua produção, como projetos técnicos e relatório de projeção de lucro, para que não seja concedido a qualquer tipo de agricultor.

Para que serve esse tipo de crédito?

O crédito rural pode ser utilizado para ajudar produtores rurais a financiar os gastos com a compra de insumos, produtos e equipamentos utilizados no desenvolvimento do seu cultivo, assim como também para o suporte no armazenamento, na logística de transporte e modernização do sistema de produção local.

Quem pode pegar esse tipo de crédito?

O crédito rural pode ser obtido por produtores cadastrados como pessoas físicas ou jurídicas. Os únicos pré-requisitos são que ele tenha atividade dedicada às práticas rurais e que esteja associado a algum tipo de cooperativa ou associação de produtores rurais na sua região.

Os tipos de atividades rurais que são as mais vantajosas para o pedido de crédito rural são as culturas de arroz, café, cana-de-açúcar, feijão, laranja, algodão, soja, milho, tomate, trigo, mandioca, eucalipto, cenoura e uva.

Quando é interessante usar esse suporte?

O produtor rural pode utilizar esse crédito para várias finalidades dentro de sua atividade econômica. As instituições oferecem crédito para as seguintes situações:

  • Compra de máquinas, equipamentos e caminhões de fabricação nacional;

  • Cobrir despesas da produção agrícola, relacionadas com sementes, fertilizantes, insumos e outros;

  • Para auxiliar no planejamento do início de plantio de culturas;

  • Para a compra de equipamentos novos;

  • Para ampliação e renovação das culturas;

  • Para antecipar a compra de produtos ao realizar uma entrega e esvaziar seu abastecimento;

  • Para garantir assistência técnica;

  • Modernização da frota e equipamentos;

  • Para investimento em inovação tecnológica.

Você já utilizou o crédito rural antes? Conhecia as vantagens desse empréstimo desenvolvido especialmente para incentivar os produtores rurais? Compartilhe sua opinião com a gente!

Ficou interessado em conferir mais conteúdos sobre esse assunto? Assine a nossa newsletter e não perca mais nenhum artigo!